Trabalho e estudo: como organizar a sua rotina sem perder a qualidade no laboratório?

A paixão pela patologia é arrebatadora, não é mesmo? Quando reparamos, já estamos inseridos em uma rotina cheia de atribuições e tarefas, mas que, mesmo com tanta correria, gostamos de desempenhar. Um dos processos que atingem a maioria dos médicos, e os patologistas não são exceção, é a capacitação e estudo contínuo — como uma especialização, mestrado ou doutorado — medida que envolve muitos desafios. Além da correria, muitos não sabem como organizar a rotina com tantas tarefas.

Se você se enquadra nesse perfil, descubra hoje algumas dicas de organização que vai ajudar você a ter uma vida de equilíbrio entre sua rotina diagnóstica e os estudos.

Escolha um tema específico para sua dissertação

É muito importante escolher um tema de estudos que seja específico e aplicável à sua realidade. Portanto, escolha um que tenha aulas pertinentes, que acrescente contexto no seu dia-a-dia e possibilite uma tese de pesquisa reveladora.

Afinal de contas, investir em um estudo tão profundo (como o mestrado ou o doutorado) e se dedicar a um tema muito abrangente pode fazer com que você se perca com mais facilidade e até dificultar que você cumpra o prazo estabelecido pela instituição. Então seja criterioso e bastante específico!

Escolher um assunto que você tenha familiaridade e que tenha importância para sua rotina de trabalho garante um conhecimento mais aprofundado em um tema interessante para a sua realidade.

Tenha uma boa relação com seu orientador

Prepare-se para a rotina tão corrida pois você terá que conciliar trabalho e uma pós-graduação stricto sensu. Para facilitar, nada melhor que ter uma boa relação com seu orientados, concorda?

Você pode fazer com que ele entenda que a sua rotina é puxada e que você pode passar por momentos de dificuldades e adaptações. Com um bom relacionamento, você consegue ter uma maleabilidade maior e lidar com a situação mais facilmente.

Além disso com diálogo facilitado, você como orientando consegue um direcionamento mais eficaz nos seus esforços de estudo.

Não desanime

Essa rotina é muito puxada e desanimar pode ser mais fácil que você imagina! Nesse caso, perseverança e resiliência são palavras muito importantes e que podem estimular você a conquistar seus objetivos.

Portanto, para não desanimar, use de estratégias que vão ajudar a estimular você e despertar sua força de vontade: podem ser post-its no espelho ou lembretes no celular sobre a importância de não desistir e lembrar que o investimento vai valer a pena!

Trabalhe em um cronograma prévio

Um cronograma prévio para esse ano pode ajudar muito, afinal você consegue ter uma noção de quais são seus objetivos e que caminho você deve seguir. Um cronograma pode ajudar você a se direcionar e a conquistar as coisas mais facilmente nesse período tão apertado.

Você também pode fazer um cronograma anual para o laboratório e assim direcionar de forma mais fácil como ele vai funcionar nesse período.

Delegue o que puder dentro do laboratório

Nesse tempo, é necessário que você descentralize algumas coisas. Comece delegando algumas atribuições importantes e treinando algumas pessoas que vão assumir papéis relevantes nesse tempo de tanta correria. Um ponto que pode ajudar muito é fazer uma reunião e explicar que esse será um tempo atípico e difícil, que você precisará da sua equipe mais que nunca.

Essas dicas são maneiras simples, mas podem ajudar muito a cumprir sua rotina com mais facilidade. Organizando o tempo é possível conquistar objetivos, tanto no trabalho quanto nos estudos. Se você quiser fazer com que esse tempo seja ainda melhor aproveitado e estruturado veja essas dicas.

Next Post Previous Post
  • joao carlos coelho filho

    Excelente grato , mas o problema e maior , p e , como obter matricula pa mestrado etc , se ha exigencias de tempo integral , disciplinas basicas com carga horaria , provas de avaliacao etc , de onde sai o tempo? Orientadores exigem ou nao abrem mao , destas questoes engessadas , pa quem ja tem uma rotina pesada!!!! Penso nisso ha decadas , fiz contatos e nunca funcionou.Mas valeu a iniciativa de vcs , talvez partir da nossa sociedade que so nos cobra… , agora com acreditacao especial , mesmo que ja tenhamos ISO e ONA , ha decadas , antes mesmo que a propia sbp , pensasse no tema e ai? Fico e sigo no dialoguo.abs .Joao Carlos Coelho Filho

    • Obrigado Dr. João, realmente se existe uma exigência de dedicação integral fica impossível fazer e manter uma rotina laboratorial com o mestrado. Aqui no laboratório, tanto pela experiência de colegas da equipe quanto de outros médicos que realizaram parte das suas teses aqui, alguns departamentos ainda têm programas que possibilitam conciliar as coisas. Mas aí vai depender realmente do orientador e do departamento. Abs!

  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA SALES

    Ótimas dicas. Parabéns!!

Deixe uma resposta