4 dicas para organizar o financeiro do seu laboratório de patologia

Ter um serviço de patologia não é tarefa fácil e requer conhecimento preciso nas mais diversas áreas. E mesmo fugindo às obrigações primordiais desse tipo de empreendimento, uma dela é a financeira. Se o lado financeiro não está em dia com as obrigações e correndo bem, é impossível dar conta de tudo. O controle é comprometido, previsões são feitas erradas e é muito mais estressante trabalhar.

Porém, mesmo com o alto grau de complexidade do tema, com dicas simples é possível manter a saúde econômica e respirar mais tranqüilo. Quer descobrir como deixar esse departamento em dia e mantê-lo assim? Confira essas 4 dicas para organizar o financeiro do seu laboratório:

Seja um gestor disciplinado

Esse é o primeiro passo a ser dado quando você desejar manter a saúde financeira de seu laboratório. Sem disciplina, essa tarefa vai se tornar muito mais árdua, para não dizer impossível. Se não houver um acompanhamento diário, o objetivo não é atingido. Você precisa ter conhecimento de todos os gastos, vencimento de contas e evitar o acúmulo de multas. O patologista/empreendedor nem sempre é alguém que possui intimidade com o lado financeiro, mas se quer ter lucro, esse é o caminho. Esteja em dia com suas obrigações e observe indicadores como seu faturamento, custo fixo, custos variáveis, lucro nominal, margem de lucro e nível de endividamento.

Separe suas contas

Não caia no erro habitual de muitos gestores e proprietários que é embolar as contas da pessoa física com as de pessoa jurídica. Separe completamente sua vida financeira pessoal e seja rigoroso nesse processo. Especialmente negócios menores têm a forte tendência de confundir os lançamentos da empresa com os da família e isso jamais é recomendável. Deixe isso claro para os outros sócios, se existirem, e estabeleça condições bem definidas para não haver transferência de capital empresarial para patrimônios pessoais.

Conheça bem os prazos

É essencial ter conhecimento profundo de cada prazo que você terá para pagamentos e recebimentos, pois é a forma mais eficaz de controlar seu fluxo de caixa. E isso é indispensável para ter uma consciência mais integrada de suas finanças e evitar prejuízos futuros. Um grande percentual de gestores confunde as datas e acaba aumentando o número de dívidas que poderiam ser evitadas, prejudicando a saúde financeira do laboratório.

Utilize um software de gestão

E se houvesse uma maneira de juntar todas as necessidades de conhecimento, gerar relatórios, saber de prazos, vencimentos, fluxo de caixa, dados específicos, além de ser lembrado de datas, valores e tudo mais que for necessário? Seria perfeito, não? Pois o lado bom dessa história é que existe uma solução: um software de gestão. O método antigo, através de planilhas e documentos de papel, é muito menos eficiente e propício a erros, porém esse tipo de programa moderno consegue, a um custo extremamente baixo, te entregar com precisão todos os números que você precisa e automatizar de vez a gestão financeira do seu laboratório. Tudo isso com mais segurança dos dados e em muito menos tempo. Adote um bom software e insira-o na sua rotina profissional.

Com essas dicas, a saúde financeira do seu laboratório será outra. Num mundo competitivo como o de hoje, você precisa ter esse controle rígido para ter sucesso em qualquer tipo de negócio. Siga esses passos e veja a diferença.

Tem alguma dúvida sobre como organizar melhor o financeiro do seu laboratório ou quer trocar algumas idéias? Entre em contato conosco!

Receba mais artigos como este

Receba artigos sobre patologia diretamente no seu email.

You have Successfully Subscribed!

Next Post Previous Post

Deixe uma resposta

 

Cadastre o seu email e receba as nossas novidades.

You have Successfully Subscribed!