Como fazer o planejamento anual do seu laboratório de patologia?

Antes de entrarmos em como fazer um planejamento anual, vamos relembrar a importância dele. Podemos sintetizar com a ideia de que o planejamento ajuda o laboratório a traçar um curso para a realização dos seus objetivos ao longo do ano.

É no momento de planejar que patologistas e gestores do laboratório fazem uma revisão das atuais operações e identificam o que precisa ser melhorado. A partir daí, o planejamento envolve previsão dos resultados a serem alcançados e é possível determinar os passos necessários para chegar ao destino pretendido.

Neste planejamento anual, não se atenha somente às metas financeiras, inclua as metas operacionais estabelecendo objetivos para as principais atividades do laboratório. É necessário pensar também nos meios que podem fazer com que as metas sejam alcançadas como atendimento ao cliente, logística, triagem, marketing, área médica, setor técnico, faturamento entre outros.

É aí que um mergulho sincero na realidade do laboratório, com identificação dos pontos fortes e fracos, é muito importante. Para determinar onde se quer chegar quando for feito um retrospecto no dia 31 de dezembro, é preciso saber exatamente de onde estamos partindo, o que temos e o que precisamos obter ou melhorar.

— Leia também: 4 dicas para organizar o financeiro do seu laboratório de patologia.

Dito isso, vamos a algumas dicas práticas de como fazer um planejamento anual que podem te ajudar a chegar ao final com bons resultados:

1. Revise os números do ano anterior

Pegue os relatórios de faturamento, quantidades de clientes atendidos, indicadores de qualidade entre outros e verifique tudo que foi realizado no ano anterior. Este será o ponto de partida. Veja também o que saiu errado, o que não foi alcançado previamente.

2. Identifique os pontos fortes e fracos do seu laboratório

Monte duas planilhas para colocar os pontos fortes e os fracos do seu laboratório. Para isso, chame sua equipe e peça para que os profissionais lhe ajudem a identificar pontos de melhoria. Olhe também para fora. Como está o seu laboratório em relação às melhores práticas médicas e mercadológicas? Por exemplo: os seus prazos de entrega estão satisfatórios? Existe alguma mudança na forma como os exames são feitos? A autocrítica é muito importante neste momento.

3. Trace metas para o ano

Cada área do laboratório, cada departamento, precisa ter metas claras a serem alcançadas ao longo do ano. Você pode estabelecer metas trimestrais, por exemplo, e metas para o ano todo.

Também é importante definir indicadores que serão acompanhados para saber se os resultados estão sendo alcançados. Por exemplo, você pode estabelecer que o laboratório deve realizar um número X de novos procedimentos, para isso, determinar que mensalmente serão listados os exames pela equipe do laboratório e apresentados em reunião.

4. Utilize metodologias e ferramentas para alcançar os objetivos

Neste passo, é importante determinar como o trabalho será feito para o alcance das metas do laboratório. Quais serão as metodologias utilizadas no setor técnico para o processamentos das amostras, por exemplo? Como a equipe de marketing poderá ajudar? Como o pessoal de atendimento tratará os pacientes e médicos de forma a garantir a satisfação?

Também é importante verificar se os profissionais têm todas as ferramentas necessárias para realizar um trabalho satisfatório com o qual possam alcançar as metas. Talvez sejam necessários novos equipamentos laboratoriais, talvez novas ferramentas tecnológicas, ou mais investimentos em comunicação…

5. Acompanhe periodicamente os resultados

Por fim, no planejamento você deve criar um cronograma para acompanhamento dos resultados do seu laboratório. Fazendo isso, evita que a rotina acabe por engolir a gestão estratégica e que você chegue ao final do ano sem verificar se o que foi planejado está sendo executado. Em outras palavras, você poderá redefinir a rota em tempo hábil para chegar ao final do ano com resultados positivos.

Como está seu planejamento anual no laboratório? Gostou dessas dicas? Deixe um comentário!

 

Receba mais artigos como este

Receba artigos sobre patologia diretamente no seu email.

You have Successfully Subscribed!

Next Post Previous Post

Deixe uma resposta

 

Cadastre o seu email e receba as nossas novidades.

You have Successfully Subscribed!