Quanto ganha um médico patologista em outros países?

A medicina conta com diversas especializações, dentre elas a patologia. O patologista tem uma participação fundamental na avaliação diagnóstica dos pacientes. Por ser um trabalho que exige bastante dedicação e especialização, muitos profissionais e jovens estudantes de medicina questionam quanto ganha um médico patologista em outros países.

No artigo de hoje, você descobrirá mais sobre o assunto. Assim, será possível ter uma noção se o mercado brasileiro está defasado ou não em relação aos demais. Além disso, você aprenderá mais sobre a profissão e a atuação do médico patologista.

Gostaria de receber um resumo da relação de países e rendimentos pagos aos patologistas? Clique aqui e baixe o conteúdo.

O mercado de trabalho

Como você já deve saber, a medicina é uma das áreas que mais atraem estudantes e profissionais. Isso se dá principalmente pela sua ampla gama de oportunidades.

Um médico patologista precisa, além da graduação em medicina, da residência na área de especialização, que dura no mínimo três anos. Os treinamentos durante o período incluirão patologia cirúrgica, autópsia e citopatologia. As áreas desenvolvidas são:

  • etiologia — na qual o profissional estudará as causas gerais dos diferentes tipos de doenças;
  • patogenia — o processo que envolve desde o início de uma doença até a expressão morfológica desta;
  • alterações morfológicas — estuda as mudanças estruturais das células, especificidades da doença e os diagnósticos;
  • fisiopatologia — nesse caso, o profissional desenvolverá estudos sobre distúrbios nas funções corporais e o prognóstico da doença.

Os rendimentos dos médicos patologistas pelo mundo

Até agora, vimos como o trabalho de um médico patologista é desenvolvido. Agora falaremos sobre os salários desses profissionais pelo mundo.

O salário varia dependendo da função. Existem médicos que trabalham com anatomia patológica em conjunto com os cirurgiões, principalmente para identificar e prover diagnósticos cirúrgicos; outros, trabalham na área forense, identificando, por meio de exames, causas criminais. Além destes, ainda existem aqueles que trabalham nas universidades como professores ou pesquisadores.

O mercado também tem bastante peso sobre o salário. Como existem vagas em laboratórios, órgãos federais, indústria, pesquisa e ensino, os ganhos ao final podem variar. Conheça a seguir a realidade de alguns países.

Estados Unidos

A medicina é uma das profissões mais valorizadas nos Estados Unidos. O país está em terceiro lugar com relação aos salários oferecidos a estes profissionais da saúde, ficando atrás apenas da Holanda e da Austrália.

O tempo de serviço influencia bastante nesse montante. Em média, o patologista com pouco mais de cinco anos de experiência ganha aproximadamente US$ 173 mil ao ano.

Considerando o dólar comercial a R$ 3,41 (no dia 20/04/2018), isso significa uma média de R$590 mil por ano  ou R$ 49 mil ao mês. Já os profissionais com 20 ou mais anos de atuação chegam ao montante de US$ 248 mil (ou R$ 846 mil) anuais o que em termos mensais fica em aproximadamente R$ 70 mil.

O menor salário, segundo pesquisa da Recruteir, é o pago aos que trabalham no sistema educacional — US$108 mil. Já o maior é pago pela iniciativa privada — cerca de US$207 mil considerando o ano.

Austrália

O maior país da Oceania é o considerado o segundo melhor do mundo para médicos. A média salarial chega à US$ 247 mil  ao ano, o que hoje representa cerca de R$ 713 mil.

Reino Unido

No Reino Unido, considerado o 6º melhor país para um médico, a média salarial gira em torno de £ 157 mil ao ano ou R$ 750 mil levando em consideração o preço da libra de R$ 4,79 (vigente em 20/04/2018).

Canadá

O Canadá é um país continental, existem variações salariais de acordo com a região de atuação do patologista. Por exemplo, um patologista em Toronto ganha em média CA$ 312 (R$ 835) mil anuais sendo que a média do país é de CA$ 203 (R$ 543) mil.

Índia

Na Índia os patologistas ganham em média Rs 990 mil ao ano, levando-se em conta o preço da rúpia na publicação desse artigo teremos R$ 50.976.83. A experiência influencia bastante bastante o rendimento, muitos profissionais têm melhorias salariais após 20 anos onde podem chegar a dobrar os seus rendimentos.

Portugal

Um patologista em Portugal ganha em média € 103 (R$ 431) mil anuais. A variação salarial é grande em função do tempo de experiência. Enquanto um patologista junior inicia a sua carreira com € 68 mil um patologista sênior como 8 anos ou mais de experiência chega a ganhar  € 136 mil, ou R$ 570 mil, anuais.

Como é a situação no Brasil?

No nosso país, o cenário muda um pouco. Segundo pesquisa do Conselho Federal de Medicina,  os patologistas há alguns anos correspondiam a menos de 1% da classe médica, sendo que a distribuição pelo país se mostrou bastante irregular.

A remuneração inicial no setor varia entre R$ 10 mil e R$ 18 mil mensais. No entanto, no setor público, esse montante diminui bastante, correspondendo a R$ 5 mil no começo da carreira. Já aqueles que possuem laboratório próprio podem obter rendimentos superiores.

No Brasil os dados sobre salário dos patologistas são um pouco defasados, de acordo com uma publicação de 2007 da Sociedade Brasileira de Patologia, apenas 24,89% dos médicos tinham remuneração acima de R$10 mensais àquela época, considerando a inflação do período teríamos hoje a remuneração de R$19 mil mensais. A maioria dos entrevistados na pesquisa afirmou que o salário havia aumentado nos últimos anos.

O que fica claro em todos os salários apresentados é que existem dois fatores determinantes — local de trabalho e tempo de profissão. Quem atua no setor privado consegue obter dividendos mais altos do que no setor público. Além disso, a experiência (em décadas) também faz com que o salário suba.

Agora que você sabe melhor quanto ganha um médico patologista em outros países, ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Para você, quais países oferecerem mais vantagens? Deixe o seu comentário!

Receba mais artigos como este

Receba artigos sobre patologia diretamente no seu email.

You have Successfully Subscribed!

Next Post

Deixe uma resposta

 

Cadastre o seu email e receba as nossas novidades.

You have Successfully Subscribed!