Veja como fazer network em eventos médicos

Uma prática indispensável para qualquer profissional da área da saúde, mas as vezes negligenciada, é o network. A melhor oportunidade para fazer network são os eventos como congressos, cursos e palestras, onde estão reunidos profissionais da área da saúde, fornecedores e outros especialistas. Nessas ocasiões, o médico patologista tem a oportunidade de conhecer e se atualizar sobre tudo que ocorre no seu mercado de trabalho e, especialmente, fazer novos e valiosos contatos.

Apesar de saber que os eventos médicos são um importante campo para network, nem sempre o essa oportunidade de desenvolver as relações profissionais acontece. Como dissemos no início do artigo, essa prática apesar de negligenciada, vai lhe permitir trocar experiências valiosas, crescer na sua área de atuação e se tornar uma boa referência para outros profissionais.

Confira as nossas dicas para você fazer network com sucesso (e sem medo de parecer invasivo) no próximo evento que frequentar!

Entenda que network é, antes de tudo, uma troca

Engana-se quem pensa que fazer novos contatos em um evento médico é pedir por favores. Trabalhar na sua rede de contatos é, basicamente, estabelecer uma troca entre dois profissionais, em uma busca de benefício mútuo. Por ser uma troca, você não precisa ter medo de praticar o network nesses locais. É preciso entender que, antes de qualquer coisa, essa troca de contatos e informações é benéfica para todos.

Reflita sobre seu objetivo no evento

Assim como em qualquer outra área de atuação, o network precisa ser organizado e pensado antes de ser colocado em prática. Saiba de antemão quais palestras, workshops ou encontros serão promovidos no local e quem você poderá encontrar em cada um deles. Estude os temas e reflita sobre as pessoas de quem você gostaria de se aproximar.  Planejar-se para os eventos que você vai participar é uma maneira de garantir trocas de informações que são adequadas, tanto para você quanto para os outros profissionais que podem te procurar.

Saiba quais informações você vai trocar

Não importa se você tem livros para indicar, experiências profissionais para compartilhar ou até troca de informações sobre seus exames: ambos os lados devem conhecer intimamente aquilo que tem de melhor para passar para o outro colega para que todos ganhem com essa oportunidade.

Identifique quem você gostaria de abordar

Eventos como congressos, palestras, cursos e encontros de medicina são muito grandes e podem reunir vários profissionais dentro de um mesmo local. Para não tentar falar com todo mundo que você julga interessante — e acabar por não conseguir manter uma conversa produtiva —, é preciso que você saiba exatamente quem pretende abordar naquele momento. E caso não consiga na primeira tentativa, não tem problema, busque outro momento mais adequado.

Tire o máximo proveito dos momentos de coffee break

O coffee break não é só o momento em que você faz uma pausa para comer e desligar a mente entre uma palestra e outra. Ele talvez seja o período chave dos eventos médicos para se criar uma boa rede de contatos. Durante esse intervalo, as pessoas estão mais descontraídas, tranquilas e prontas para iniciar conversas com outros profissionais que não conhecem. Por esse motivo, é o momento ideal para se praticar o network e trocar ideias.

Forme parcerias com outros interessados no seu trabalho

Da mesma maneira que você quer abordar pessoas interessantes para o seu objetivo profissional, não se esqueça de que muitos outros médicos estarão lá fazendo o mesmo — ou seja, procurando ampliar sua rede de contatos.

Saiba que você poderá ser abordado por alguém nesses eventos também. Não ignore o contato, seja cortês e fique atento ao que essas pessoas têm para falar. Muitas vezes, esses contatos inimagináveis podem surtir muito mais efeito do que aquele profissional requisitado com quem você não conseguiu falar. Por esse motivo, sempre tenha a mente e o coração aberto para ouvir outras pessoas e nunca deixe de entregar o seu cartão para ninguém.

Não se esqueça dos fornecedores

Da mesma maneira que os colegas médicos são contatos interessantes para você, fornecedores podem ser valiosos. Ao estabelecer contatos com esses profissionais, você pode ficar por dentro do que está acontecendo no mercado, quais são os recentes lançamentos e tecnologias e até conseguir bons contratos na hora de adquirir produtos e insumos para o seu laboratório.

Estabeleça relações de longo prazo

Criar uma rede de contatos sólida pode ajudar a conquistar novas parcerias, trabalhar com bons funcionários, aprender novidades do mercado, conhecer novas técnicas diagnósticas e até mesmo estudar melhor. Por esse motivo, é preciso aprender a manter esses contatos em longo prazo. Ligue regularmente, mande e-mails, compartilhe informações e esteja sempre visível. Dessa maneira,  a sua rede vai garantir bons frutos no futuro.

Aproveite todas as oportunidades que surgirem, como o próximo Congresso Brasileiro de Patologia, por exemplo, e amplie suas conexões. Você sabe como criar uma rede de contatos em eventos médicos que frequenta? Já conseguiu boas trocas? Compartilhe suas experiências conosco!

Crédito da foto: Cydcor / Foter / CC BY

Receba mais artigos como este

Receba artigos sobre patologia diretamente no seu email.

You have Successfully Subscribed!

Next Post Previous Post

Deixe uma resposta

 

Cadastre o seu email e receba as nossas novidades.

You have Successfully Subscribed!